A decisão que o afasta do cargo pela quinta vez consecutiva anunciada anteontem (19) pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, no entender dos aliados, "não é definitiva e pode ser revertida a qualquer momento", mas as chances de o prefeito André Granado manter-se à frente da Prefeitura de Búzios até o fim do mandato "são muito pequenas", segundo alguns advogados que estão acompanhando de perto a situação dele na Justiça. Granado escapou da cassação no Tribunal Superior Eleitoral, o que foi bom para o vice-prefeito Carlos Henrique Gomes, que cairia junto e ai ocorreria uma nova eleição.

A expectativa gira em torno do julgamento de outro processo, um no qual o prefeito foi denunciado pelo Ministério Público por supostas fraudes em processos de licitação que teriam causado prejuízo superior a R$ 26 milhões aos cofres da municipalidade. Nesta ação está sendo pedida a perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos dele por oito anos.

A decisão desta semana se deu em uma ação de improbidade administrativa envolvendo o concurso público realizado pelo município em 2012. Granado ignorou o resultado do certame e ainda contratou funcionários temporários. Ele teve o mandato cassado em primeira instância por isto e sua defesa, no entender do TJ, apresentou o recurso fora do prazo.

O sai-não- sai do prefeito já virou piada nas rodas políticas da cidade, onde as apostas são altas em torno da possibilidade de o vice-prefeito vir a assumir a Prefeitura e concluir o mandato conquistado pela chapa André-Carlos Henrique em outubro de 2016.

No processo relativo aos R$ 26 milhões de danos aos cofres públicos, além do prefeito, foram denunciados o ex-secretário de Fazenda Renato Jesus; o representante do Conselho Municipal de Turismo, Alberto Jordão; as empresas E.l. Mídia Editora, Casa do Educador Comércio e Serviços, Quadrante Construtora e Serviços, Difamarco Distribuidora de Medicamentos, Kit-top Comercial e Serviços, Plácidos Comercial e Leal Porto Empreendimentos e Participações, com a responsabilização dos seus administradores.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar