Uma publicação de página inteira feita na edição dia 5 de setembro do ano passado no jornal A Voz da Cidade, pode custar caro ao prefeito Eduardo Guedes, o Dudu. Isso porque um cidadão de Itatiaia fez uma representação junto ao Ministério Público, pedindo a abertura de um procedimento para apurar prática de suposta improbidade administrativa, uma vez que considera como propaganda pessoal a veiculação de material sobre os "600 dias de governo" do Dudu, vinculando imagens do prefeito à realizações da Prefeitura, além de fazer promessas. A representação tem as assinaturas dos advogados Antonio de Leon e Tiago de Albuquerq, representantes do cidadão Carlos Emílio Eschholz.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar