"Corte" para possível casamento em 2020 teria aval do pai do atual prefeito

 

O caldeirão político em Resende pode transbordar antes mesmo da chegada de 2020, ano das próximas eleições municipais. É que um dos principais pré-candidatos da oposição, o ex-prefeito e ex-deputado Noel de Carvalho estaria sendo "cortejado” para uma união com o atual prefeito, que estaria disposto a usar seu "charme" para tentar convencer Carvalho a desistir de disputar a sucessão municipal em 2020. Visto como "bola da vez" na cidade, Noel é apontado como "adversário forte", daí, revela uma fonte ligada ao ambiente político local, o interesse em um "casamento" para que o ex-prefeito pudesse compor como vice numa eventual chapa com o atual prefeito, Diogo Balieiro.

A articulação seria uma espécie de xeque-mate até então guardado a sete chaves pelo pai de Diogo, o ex-vereador e velho parceiro de Noel de Carvalho, Aluizio Balieiro, que estaria articulando a dobradinha. Esta semana, gente ligada ao alto escalão do governo também deixou escapar que a possibilidade existiria. Ao justificar a suposta composição como uma espécie de contragolpe de Aluizio, já que o filho estaria sofrendo um forte esvaziamento com a migração de diversas lideranças políticas, religiosas e comunitárias em direção ao próprio Noel de Carvalho.

Outro fator que estaria ajudando a insuflar o nome de Carvalho seria o fato de o ex-prefeito José Rechuan e a esposa dele, a ex-deputada Ana Paula Rechuan, estarem em cima do muro em relação a disputarem ou não o pleito do ano que vem.

De velório à festa de casamento – Se por um lado Diogo Balieiro sofre com esvaziamento político, por outro, o prefeito deve estar com as varizes para lá de estufadas por conta de suas andanças pela cidade, já que o rapaz é presença certa em eventos que vão desde velórios a festas de casamento.

Entretanto, o que pode ser uma maneira de agradar a gregos e troianos, também já andou rendendo dor de cabeça ao moço. Um exemplo disso foi a liberação recente de um espaço público na entrada da cidade para a colocação de uma placa, fixada em uma pedra comemorativa aos 150 anos de fundação da Loja Maçônica Lealdade e Brio na cidade. A fixação do monumento foi rechaçada por membros das igrejas católicas e evangélicas, também frequentadas por Balieiro.

Comentários  

0 #1 Autor conhecido 07-06-2019 13:55
"Piscando os olhos" com vontade de chorar ou não acreditando no que está vendo? Eis a nossa indagação! Não conseguimos nos convencer de que o pretensioso menino-prefeito , cogita a possibilidade de Noel aceitar o convite para ser vice dele. Ora! Pretensioso, sim, doutor! Noel de Carvalho com toda a sua história de vida, cidadão ilibado, uma trajetória política linda e impecável, com feitos grandiosos, não poderia sujeitar-se a ser vice de um menino mimado. Mimado, sim, doutor. Onde está Geraldinho? Por onde anda? Acho que a última vez que o vimos, foi em 2016. Dioguinho não deixa o seu vice antagonizar a política municipal com ele; sortudo Geraldinho.
Citar
0 #2 Autor conhecido 07-06-2019 13:55
O pequeno Diogo está piscando os olhos com vontade de chorar, porque não acredita no que está vendo. Noel é grande! E tem crescido mais e mais, exponencialment e. Menino Diogo não representa os nossos anseios. Noel é história, experiência, é vontade, humildade, sensibilidade. Alma jovem e coração bondoso. É saber ouvir, doutor!
Menino Diogo está desacreditado, desesperado! E tem transmitido esse sentimento aos seus poucos seguidores remanescentes - que inevitavelmente - vão abandonar essa canoa furada à deriva no Rio Paraíba do Sul. Aproveitando a moda da cena pós crédito: "nadem, Diogueiros!" Grita Geraldinho - já a salvo - em uma das margens do rio. Um dos tripulantes avisa: "a canoa está afundando mais rápido do esperávamos. Vamos, companheiros, deixem o menino aí!"

Autor conhecido, mas discreto, prefere o anonimato - ao menos por ora
Citar
0 #3 Daniel Carrupt 15-06-2019 09:49
Todos sabem que a base da canoa do menino, veio da Cidade Alegria, que são seguidores do então vice, Geraldinho, portanto a cartada acertada de Noel, seria trazê-lo p/ se lado, já que foi na Grande Alegria que foi derrotado 3 x. Amadureceria nosso amigo Geraldinho, que têm um futuro político promissor.
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar