Prefeito interino fez cortes de secretarias e cargos comissionados

 

Afastado do cargo há pouco mais de um mês, o prefeito de Belford Roxo, Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, vai reassumir o mandato ainda nesta sexta-feira (14) e deve despachar durante a noite, mas vai encontrar uma máquina administrativa mais enxuta, com 16 órgãos com status de secretaria a menos. Um dos últimos atos do prefeito interino Marcio Pagniez, Marcinho Bombeiro (foto), foi sancionar a Lei Complementar 246, aprovada na última terça-feira (11), extinguindo cargos e redimensionando a estrutura das secretarias, que passaram de 39 para 23, incluindo o Gabinete do Prefeito, Casa Civil, Controladoria e Procuradoria.

Waguinho esperava tomar posse ontem (13), mas a demora na notificação da Câmara de Vereadores por um oficial de justiça atrasou seu retorno. Tendo ocupado a função de prefeito por um mês e 13 dias, Marcinho volta para o cargo de presidente da Câmara de Vereadores levando consigo o título de gestor que reduziu o custo da máquina administrativa, reduzindo o número de secretarias e de cargos de livre nomeação.

Com a nova lei, a estrutura da Prefeitura de Belford Roxo passa a ser integrada pelo Gabinete do Prefeito; Casa Civil; Controladoria Geral; Procuradoria Geral do Município e pelas seguintes secretarias: Administração; Assistência Social e Cidadania; Ciência e Tecnologia; Comunicação Social; Cultura; Defesa Civil e Ordem Urbana; Educação; Esporte e Lazer; Fazenda; Governo; e Habitação e Urbanismo; Meio Ambiente; Mobilidade Urbana; Obras; Projetos, Captação de Recursos e Convênios; Saúde; Segurança Pública; Serviços Públicos e Trabalho e Desenvolvimento Econômico.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar