Noel faz "beicinho", Geraldinho quer segunda chance, Davi faz juras de amor eterno...

 

Os bastidores políticos de Resende andam pra lá de agitados com os possíveis "matrimônios" do prefeito Diogo Balieiro Diniz para a disputa eleitoral do ano que vem. Entre "piscada de olho, separação e pedido de namoro" estão o ex-prefeito e ex-deputado Noel de Carvalho, o atual vice-prefeito Geraldo da Cunha, o Geraldinho, e o secretário de Esporte Davi de Jesus. Mas o cupido também estaria apontando sua flecha para outro secretário de Balieiro, filho de um ex-vereador de Porto Real, além de um empresário da cidade, para uma possível vaga de vice do atual chefe do Executivo.

Considerado "bola da vez", Noel encabeça a lista de possíveis conjugues, uma vez que já conseguiu atrair cerca de 20 partidos, além de diversas lideranças comunitárias e religiosas, responsáveis pelo severo esvaziamento político que atinge o governo de Balieiro, tido como traidor por ter deixado na pista diversos partidos e aliados que marcharam ao lado dele durante a eleição de 2016. O ex-vereador Aluizio Balieiro, pai de Diogo, estaria trabalhando forte nos bastidores para tentar "convencer" o antigo aliado Carvalho a abrir mão de disputar a sucessão em 2020 para "subir no altar" com Diogo, aceitando a vaga de vice. Por enquanto, Noel não dá sinais de que irá ceder ao "charme" jogado pelos Balieiro.

Em situação oposta está Geraldinho, que inclusive já seria "página virada" para Diogo Balieiro. O que, de acordo com boa parcela da população, soa como mais uma traição por parte do prefeito em razão dos votos da região da grande Alegria contabilizados pelo vice, um conglomerado de bairros da região oeste da cidade, reduto de Geraldinho, que concentra aproximadamente 40% do eleitorado do município.

Aproveitando o declínio de Geraldinho, Davi de Jesus licenciou-se do cargo de vereador para assumir a secretaria de Esporte e Lazer, área que vem apostando para cair nas graças das comunidades e fazer brilhar os olhos de Balieiro. Fontes do governo, no entanto, asseguram que a menina dos olhos do alcaide seria outro secretário, filho de um ex-vereador de Porto Real, cidade vizinha. Enquanto isso, Aluizio Balieiro estaria tentando se cercar ao exibir para um empresário da cidade a aliança dourada de Diogo.

Matérias relacionadas:

Resende: Noel deverá deixar Balieiro "esperando no altar" em 2020

Resende: oposição não quer Noel "penteando" bigodes dos Balieiro

Resende: Balieiro estaria "piscando os olhos" para Noel

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar