Condenado pelo Supremo Tribunal Federal a sete anos, dois meses e 15 dias de prisão, mais de 67 dias multa por prática de crimes ambientais, o prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, só não está fora do cargo porque o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entendeu que sua diplomação não poderia ser anulada, pelo fato de a decisão do STF ter acontecido depois das eleições de 2016. Reis não sabe nem se poderá concorrer à reeleição em 2020, mas ele e dois irmãos parlamentares já estariam pensando em 2022. A ideia seria lançar uma chapa para disputar o governo estadual, contando com participação do presidente da Assembleia Legislativa, André Ceciliano, não se sabendo se como cabeça ou eventual vice, mas esse papo já domina as rodas de conversa sobre política na Baixada Fluminense.

Washington tem se posicionado como se fosse a maior liderança política da Baixada Fluminense, indo pelo mesmo caminho que seu ex-aliado, o ex-prefeito e ex-deputado José Camilo dos Santos, o Zito (de quem foi vice-prefeito), que acabou caindo do cavalo mais na frente. Reis estaria se movimentando para buscar o poder em cidades vizinhas como Magé e Guapimirim, tendo passado a se achar com cacife suficiente para isso depois das eleições de 2018, quando um de seus irmãos, Rosenberg foi reeleito para deputado estadual, e outro, Gutemberg Reis conquistou uma cadeira na Câmara dos Deputados, com a dupla somando 118.023 votos, a maioria fora de Duque de Caxias.

Pretensão demais, voto de menos – Se o motivo para o "olho grande" sobre municípios vizinhos  e a pretensão de governar o estado estão nos resultados das eleições de 2018, a Família Reis está é superestimando os números, e a liderança da Região em  votos seria outra.

Em Duque de Caxias foram contabilizados 392.147 votos para deputado federal entre nominais e de legenda. Desse total 29.933 foram em favor de Gutemberg Reis, eleito com a soma de 54.573. Já a votação válida para deputado estadual chegou a 383.248, com Rosenverb Reis obtendo 34.165 votos em sua cidade, conseguindo votação total de 63.450.

Como os números falam por si, o prefeito de Duque de Caxias deve ser líder mesmo só em sua própria cidade, pois os resultados apurados no município de Belford Roxo desbancam a Família Reis, contando uma história muito diferente: na cidade governada por Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, o total de votos válidos para deputado federal foi de 208.655, sendo 88.034 para Daniela Carneiro, primeira dama do município, eleita com 136.286 votos, enquanto Marcio Canela, apoiado por Waguinho, teve 78.988 dos 211.121 votos validos para deputado estadual apurados em Belford Roxo, sendo eleito com a soma de 110.167.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar