Ainda que os motores estejam apenas se aquecendo para os treinos classificatórios da corrida eleitoral de 2020, o comportamento do prefeito de Resende, Diogo Balieiro Diniz, aparenta ser de tranquilidade, segundo as rodas de conversa política da cidade do Sul Fluminense. Para alguns observadores mais atentos, o governante teria convicção de que deverá largar com grande distância a frente de quem já é visto como principal adversário, o ex-prefeito e ex-deputado Noel de Carvalho, na disputa do próximo pleito. Há quem garanta que Balieiro estaria mais preocupado com o terno da posse em 2021 do que com o processo eleitoral que se aproxima, tal a facilidade com a qual transita nas voltas de apresentação pelas ruas do município.

Mesmo que equipado com a máquina administrativa, o governante estaria "amaciando seu motor" no dia a dia. O prefeito é arroz de festa em aniversários, jogos de futebol, cultos religiosos e até em velórios, entre outros eventos. Carvalho, por outro lado, deverá precisar de uma "retificação de motor" além de outros ajustes, uma vez que já perdeu duas corridas na última volta.

Em 2016, durante a eleição municipal, o veterano acabou derrapando praticamente na linha de chegada, sendo ultrapassado pelo estreante Balieiro, que se sagrou vencedor com 25.888 votos contra 23.969 do corredor mais experiente. Dois anos depois Carvalho entrou novamente na pista ao tentar uma vaga na Assembleia Legislativa, mas acabou conquistando apenas a suplência depois de obter 24.614 votos.

Nas últimas semanas, os motores pré-eleitorais acabaram rugindo alto na cidade por conta da suposta "garupa" de Carvalho na moto de Balieiro em 2020. Mas o experiente corredor parece que dificilmente aceitaria ser vice na chapa do atual prefeito, e, de acordo com fontes locais, Noel já estaria aquecendo as turbinas para tentar surpreender Diogo na curva, mas quem conhece do traçado o aconselha a ter atenção dobrada com sua "equipe de mecânicos".

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar