... reduzir número de secretarias e cancelar contratos investigados pelo MP

 

Em seu primeiro dia como prefeito interino de Belford Roxo, o vereador Márcio Pagniez, o Marcinho Bombeiro, confirmou que vai pedir informações ao Ministério Público para saber quais contratos com empresas prestadoras de serviços estão com irregularidades, para então cancelá-los, uma vez que a Promotoria apontou fraude em alguns. Ele anunciou que vai pagar os salários do exercício de 2016 ainda pendentes e que pretende reduzir o número de secretarias.

Eleição será neste sábado

O prefeito de Mesquita – município da Baixada Fluminense – Jorge Miranda (foto) é o cabeça da chapa única na eleição para a presidência do PSDB, no Rio de Janeiro. A eleição vai acontecer a partir das 10h na sede do partido, na Praça Floriano, no centro da capital fluminense. De olho nas eleições de 2020, Miranda tem planos para fortalecer a legenda no estado.  

Pare parecer prévio favorável foi emitido ontem

 

O prefeito de Nilópolis, Farid Abrão, teve suas contas de gestão referentes ao exercício de 2017 aprovadas. O parecer prévio favorável foi emitido ontem (2), pelo Tribunal de Contas do Estado, em processo relatado pelo conselheiro substituto Christiano Lacerda Ghuerren. As contas agora serão encaminhadas à Câmara de Vereadores, para serem submetidas ao plenário.

... mas o presidente da Câmara já está no comando do governo

 

No dia em que o vereador Márcio Pagniez – presidente da Câmara Municipal – assumiu interinamente o governo, milhares de pessoas se reuniram na praça central da cidade numa manifestação pelo retorno do prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, ao cargo. Ele foi afastado cautelarmente, a pedido do Ministério Público.  A Justiça determinou o afastamento cautelar dele por suposto desvio de recursos públicos em contratos de obras, coleta de lixo, manutenção de vias públicas e locação de imóveis. Até há pouco defesa do político ainda não havia recorrido da decisão que afetou ainda um secretário e servidores da Prefeitura.

Ele exerceu ainda sete mandatos de vereador e um de deputado estadual

 

Morreu nesta quinta-feira, aos 79 anos, o ex-vereador, ex-deputado estadual e ex-prefeito de Nova Iguaçu, Mário Marques. Ele estava internado no Hospital Unimed da Barra, na Zona Oeste do Rio, onde era submetido ao tratamento contra o câncer. Em 2000 ele foi eleito vice-prefeito na chapa encabeçada por Nelson Bornier, e assumiu a Prefeitura dois anos depois.