Ex-prefeito de Três Rios tem assunção ao mandato independente de recurso do MPE

 

Em decisão tomada pelo desembargador Carlos Santos de Oliveira, vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, está garantida a posse, nesta sexta-feira (1), do ex-prefeito de Três Rios e ex-presidente do Detran, Vinicius Farah (foto), como deputado federal. Pedido de liminar contra a posse feito pelo Ministério Público Eleitoral foi negado e o despacho é pelo seguinte: "a diplomação é termo final para o oferecimento de importantes medidas judiciais eleitorais e para a definição da competência da Justiça Eleitoral, razão pela qual o ato de posse, por ser de natureza administrativa, foge do contorno de decisão desta Justiça especializada". O MPE alega que o deputado eleito teria se beneficiado da estrutura do Detran para se eleger.

...nova composição da Assembleia Legislativa será empossada amanhã

 

A solenidade de posse dos deputados estaduais do Rio de Janeiro marcada para amanhã (1/02) vai estar desfalcada de seis parlamentares – cinco reeleitos e um novato – que estão presos preventivamente em processos distintos. Andre Correa, Anderson Alexandre, Francisco Manoel de Carvalho (Chiquinho da Mangueira), Luiz Martins, Marcos Vinicius, o Neskau e Marcos Abrahão, ainda terão prazo de 60 dias para serem empossados, prazo que termina no dia 1º de abril. Até lá seis impacientes suplentes esperam pelas vagas, que serão certas se os digníssimos não forem soltos até lá.

Apresentador da Record era deputado estadual e foi eleito federal em outubro

 

Primeiro suplente de deputado federal pelo PRB, o vereador da capital fluminense, Jorge Braz, vai assumir a vaga de Wagner Montes (foto), falecido neste sábado. Montes era deputado estadual, mas o partido da Igreja Universal do Reino de Deus decidiu lançá-lo  na disputa por uma cadeira na Câmara dos Deputados. Nascido em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, o apresentador da TV Record começou a carreira como repórter de polícia na Rádio Tupi, mas foi no programa O Povo na TV, no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), que ele se conheceu o sucesso. Montes estava sob cuidados médicos desde 2017, ano em que chegou a ficar afastado de suas funções na Assembleia Legislativa do Rio por alguns meses.

Decisão foi em processo por fraude eleitoral

 

Com duas prisões preventivas decretadas – uma por suposta fraude em processos de licitação e outra pelo uso de documento falso para formar aliança partidária nas eleições de 2016 – o ex-prefeito de Silva Jardim e deputado estadual eleito Wanderson Gimenes Alexandre, o Anderson Alexandre, teve habeas corpus negado pelo desembargador Carlos Santos de Oliveira, do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.

Helder Pedro foi para a inatividade por deficiência auditiva

 

A Corregedoria da PM concluiu como legal o processo que reformou o policial militar Helder Pedro Barros, eleito vereador no município de Japeri em 2012 pelo PTB do B e reeleito em 2016 pelo PSL. Uma sindicância foi aberta pelo órgão a partir da matéria Vereador de Japeri terá de provar que é surdo. De acordo com a Corregedoria, o problema do parlamentar “só o torna inapto para a função de policial”. Deficiência auditiva é uma alegação muito antiga entre policiais militares, inclusive oficiais. Vários processos de reforma já foram revistos no estado do Rio de Janeiro a partir de investigação interna da corporação, inclusive com reformados sendo obrigados a retornar ao trabalho.