Ex-comandante geral da PM pode disputar a Prefeitura de Silva Jardim

 

Embora tenha passado por uma experiência nada boa em 2016, quando aceitou a compor como vice a chapa encabeçada pelo ex-prefeito Marcelo Cabreira, o Zelão, que acabou abandonando a campanha, o coronel Wolney Dias (foto), ex-comandante geral da Polícia Militar, poderá ser candidato à Prefeitura de Silva Jardim, pequeno município do estado do Rio de Janeiro, abalado por escândalos de corrupção que resultaram em cadeia para o ex-prefeito Anderson Alexandre e seu lugar-tenente, o ex-presidente da Câmara de Vereadores Roni Pereira da Silva.

A edição deste sábado (1) do diário oficial da Prefeitura de Belford Roxo trouxe uma longa lista de exonerações, dando continuidade ao cumprimento da promessa de enxugar a máquina administrativa feito pelo prefeito interino Marcio Cardoso Pagniez, Marcinho Bombeiro (foto). Ao todo cerca de 180 ocupantes de cargos comissionados tiveram suas demissões publicadas hoje, mas há pelo menos três casos de renomeação para outras funções. Só na Secretaria de Saúde foram feitos mais de 120 cortes. Da Pasta foram exonerados três secretários adjuntos, nove secretários executivos e dezenas de assessores. De acordo com informações do governo, a secretaria estaria superlotada de nomeados.

Eleitores da cidade voltam às urnas domingo para escolher novo prefeito

 

Governada interinamente pelo vereador Balliester Werneck desde a cassação definitiva do mandato da prefeita Ana Grasiella Magalhães, o município de Iguaba Grande, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, terá eleição suplementar neste domingo (2), depois de muita tensão, disse-me-disse e pesquisas esquisitas sobre intenção de votos. Ao menos quatro delas tiveram a divulgação suspensa pela juíza da 181ª Zona Eleitoral Maira Valeria Veiga de Oliveira.

Câmara de Queimados tenta mudar horário das sessões para a parte da manhã

 

A camada da sociedade que realmente produz, patrão ou empregado, trabalha em expediente normal, encerrado, no mínimo, depois das 17 horas. Entretanto, parece que o vereador de Queimados, Antonio Almeida não sabe disso. Ao menos é o que sugere o fato de ele ter liderado um grupo de parlamentares para tentar mudar o horário das sessões da Casa, passando das 18h para as 10 horas, o que impediria que uma parte maior da população assistisse às reuniões, ficando impedida de saber como e em que os parlamentares votam, quais causas defendem e que interesses fazem prevalecer.

Depois de muitos benefícios e dois anos de aplausos, alguns membros da Câmara debandam

 

Desde fevereiro, quando superestimou seu cacife e tentou eleger-se vice-presidente da Câmara de Nova Iguaçu que a vereadora Renata Magalhães Turques Araujo, a Renata da Telemensagem (PTC), passou a ser oposição ao governo. Levou mais de dois anos para ver a administração municipal com outros olhos, uma visão bem diferente daquela que tinha quando tinha cargos e tinha seus pedidos atendidos. No mesmo barco, Jose Carlos Fonseca, o Cacau (Pros), não perde uma oportunidade de criticar a gestão a qual gastou dedicou em elogios quase dois anos de seu mandato.