A saúde vai mal, educação idem e o governo não tem nenhum pudor em festejar

 

Com cerca de 110 mil habitantes, o Japeri é o município mais pobre da Baixada Fluminense, mas gasta como cidade rica quando se trata de festa e sequer presta contas à população. Lanterninha nos índices de educação e desenvolvimento humano, o município não oferece o mínimo em termos de saúde nem há garantia de comida na mesa dos estudantes da rede municipal de ensino, mesmo a Prefeitura tendo firmado quatro contratos milionários para aquisição de gêneros alimentícios. O que se comenta nos corredores do poder local, é que o prefeito Cesar Mello ainda não se encontrou na gestão, embora esteja no cargo desde o final de julho de 2018, e que seu governo, "para ser ruim, precisa melhorar muito".

MP apurou que chefe de gabinete de receber por "carga horária efetivamente não cumprida"

 

O juízo da Vara Única de Itatiaia, município do Sul do estado do Rio de janeiro, determinou o bloqueio dos bens do vereador Vander Leite Gomes (foto), denunciado pelo Ministério Público por improbidade administrativa junto com o ex-assessor Cézar Augusto Carneiro Stagi. De acordo com o que foi apurado pelo por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva (Núcleo Resende), Cezar foi chefe do gabinete de Vander quando esse presidiu a Câmara de Vereadores, mas o assessor tinha ocupações paralelas e não comparecia regularmente à Casa, "causando danos ao erário municipal". O bloqueio, que também atinge o ex-assessor, vai até ao total de R$ 153.221,50.

Sem mandato eletivo desde 2008, quando perdeu por cerca de mil votos a tentativa de se reeleger prefeito de Resende durante o pleito eleitoral daquele ano, o ex-prefeito Silvio de Carvalho deverá permanecer por mais três anos, pelo menos,  fora das "partidas eleitorais". É o que decidiu por unanimidade os desembargadores da 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro ao suspender os direitos políticos de Silvinho, como é conhecido na cidade do Sul Fluminense.  O gancho, que também proíbe o ex-prefeito de celebrar contratos com o serviço público por três anos, está sendo considerado um balde de água fria já que o ex-prefeito teria pretensões de se candidatar a vereador em 2020, segundo as rodas de conversa da cidade.

Justiça volta a afastar André Granado, mas por quanto tempo?

 

De 10 a de abril a 4 de julho o município de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos, estava sendo governado pelo vice-prefeito prefeito Carlos Henrique Gomes, depois do quinto afastamento do prefeito André Granado, decretado pela Justiça. No dia 5 Granado conseguiu reverter a situação, mas nesta quinta-feira (11) o juiz Raphael Badinni  decidiu por um novo afastamento. Se essa decisão não for derrubada no Tribunal de Justiça o vice reassumirá o cargo de prefeito, mas o que se pergunta na cidade é: “Até quando continuar esse vai e vem que, de acordo com as lideranças locais, tem prejudicado bastante o município?

O nome de Abraão David Neto já comentado nas rodas políticas da cidade como pré-candidato 

 

A confirmar-se a decisão do prefeito Farid Abrão David de não disputar a reeleição em 2020, o candidato do grupo à Prefeitura de Nilópolis, na Baixada Fluminense, poderá ser o vereador Abraão David Neto, Abraãozinho David (foto), que está cumprindo seu quarto mandato consecutivo. Abraãozinho venceu a primeira eleição em 2004, quando concorreu pelo PP e somou 2.509, segundo mais votado no município naquele ano. Em 2008 ele foi reeleito no PTB, e disputou em 2012 e 2016 na legenda PSD.