Com promessa de tolerância zero à corrupção novo prefeito assume hoje à noite os destinos de Rio das Ostras
Vereador denuncia esquema de compra de voto para reprovar as contas do ex-prefeito na Câmara de Casimiro de Abreu
Fechada há dois anos Unidade Mista é reaberta em Belford Roxo
Moradores de Queimados terão mais água a partir de amanhã
Queimados agora tem área de lazer com proposta ecológica

Em agosto do ano passado a Justiça Eleitoral cassou o diploma de candidatos de uma coligação inteira por conta de uma fraude até então inédita, o uso de candidaturas femininas para atingir os 30% da cota de gênero obrigada por lei. Mas isso foi em Santa Rosa do Viterbo, porque no estado do Rio de Janeiro o Tribunal Regional Eleitoral não viu nenhum problema e aliviou a barra de três vereadores de Miracema, em situação semelhante a verificada no município do interior paulista. Em julgamento no último dia 4, membros do TRE fluminense entenderam que sem voto não há fraude. No recurso 1-10.2017.6.19.0112 três suplentes buscaram anular duas coligações que, segundo eles, contaram com candidaturas fictícias de mulheres, nomes incluídos apenas para que a nominata fosse apresentada à Justiça para a homologação dos registros, como se as coligações estivessem respeitando a cota determinada por lei.

Unidade terá 42 leitos de internação e capacidade para 500 partos por mês

 

O prefeito Carlos Vilela fez ontem a (10) mais uma visita técnica às obras de reforma, modernização e ampliação do Hospital Maternidade de Queimados, que estão 70% concluídas. Após ter que fazer reforço estrutural nos três pavimentos do prédio, que abrigava a antiga Casa de Saúde Bom Pastor – pois a estrutura estava comprometida – os trabalhos entraram agora na fase de acabamento e a previsão de entrega é para setembro. Ao todo, a unidade terá 42 leitos de internação, dois centros cirúrgicos – um para parto, outro para cirurgias eletivas –, diversas enfermarias e atende todas as normas de acessibilidade, como por exemplo: rampa de acesso e elevador nos três pavimentos. A capacidade total será de 500 partos por mês.

... referentes aos exercícios de 2015 e 2016

 

Pré-candidato a deputado federal, o ex-prefeito de São João de Meriti, Sandro Matos (foto) poderá ter dificuldades para registrar sua candidatura junto ao Tribunal Regional Eleitoral. É que em sessão realizada na noite desta terça-feira (10) a Câmara de Vereadores  reprovou as contas referentes aos dois últimos anos do mandato dele, as dos exercícios de 2015 e 2016. A rejeição se deu com os votos dos vereadores Aldinho Hungria, Charles Batista, Deja, Dinho da Farmácia, Doca Brazão, Dudu Soares, Mica, Miltinho, Paulinho Juventude, Rogério Paes, Rogério Fernandes, Tatão, Valdecy da Saúde e Rony Ferraz, enquanto Rogério Silva, Dinho Meriti e Marcio Bahiano votaram pela aprovação. Bebeto da Veggi se absteve e dois membros da Casa – Ernani Aleixo e Léo Vieira – não compareceram.

Ele também atuou na Secretaria de Transportes do Rio

 

O advogado Martheus da Silva José foi homenageado pela Câmara de Nova Iguaçu com o título de Cidadania Honorária. Assessor especial do prefeito Rogério Lisboa, Matheus foi procurador no município de Campos, no governo Rosinha Garotinho e subsecretário de Gestão da Secretaria Municipal de Transportes, quando Fernando Mac Dowell comandava a Pasta. A homenagem foi proposta pelo vereador Maurício Moraes (foto), fez a entrega da honraria.

Quem está apostando que uma possível delação premiada do presidente afastado da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani (foto) aconteça antes da eleição e conta com isso para tentar tirar proveitos nas urnas, pode estar fazendo o lance errado no concorrido jogo da política. Pressionado pela prisão de um filho que sempre passou longe do poder e pelos graves problemas de saúde, Picciani, dizem os que estão ansiosos para ver o circo pegar fogo, já teria até adiantado os termos de sua colaboração com o Ministério Público Federal, mas não é isso que ele vem demonstrando aos mais chegados. Ontem (9), por exemplo, durante depoimento no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), Picciani mostrou-se como quem quer se defender e acredita na estratégia de defesa; não como quem estaria perto de por as cartas na mesa para livrar a própria cabeça e a do filho Felipe, preso junto com ele e os deputados Paulo Melo e Edson Albertassi durante a operação Cadeia Velha, em novembro do ano passado.