Prefeitura de Japeri esconde contratos com valores que somam mais de R$ 40 milhões, fora os termos aditivos. Por que, hein?
'Emergência' do lixo pode derrubar o prefeito de Itaperuna
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação das escolas pelo Ministério da Educação
Nova Iguaçu na ''mira'' de seis
Que peixinho caro, prefeito!

"Fornecimento ainda não foi normalizado nas escolas", reclamam pais de alunos

 

A licitação para aquisição de gêneros alimentícios necessários ao preparo das refeições para os alunos da rede municipal de ensino de Japeri aconteceu no dia 21 de fevereiro e o resultado foi homologado há pouco mais de uma semana, com quatro empresas sendo declaradas vencedoras. Porém, de acordo com reclamações de pais de alunos, o abastecimento ainda não foi normalizado, problema que poderia ter sido evitado se houvesse planejamento por parte da Prefeitura, com o processo licitatório sendo feito em dezembro do ano passado ou janeiro deste ano, para que as aulas fossem iniciadas com as dispensas e freezers cheios.

Emenda reduzindo o número de cadeiras deverá entrar em pauta ainda esta semana

 

Depois de duas alterações consecutivas (2014 e 2016) o artigo da Lei Orgânica Municipal de Nova Iguaçu poderá sofrer, nos próximos dias, mais uma mudança. Uma emenda reduzindo – pela terceira vez – o número de vereadores do município deverá ser colocada em votação ainda esta semana, passando a composição da Casa de 17 para 15 cadeiras. Se aprovado, o dispositivo legal vai passar a valer para a legislatura a ser iniciada em 1 de janeiro de 2021, quando serão empossados os que forem eleitos em outubro de 2020.

Segundo levantamento, parcela da população que considera governo ruim ou péssimo subiu de 17% para 24%

 

Redação, O Estado de S.Paulo

Pesquisa telefônica do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) realizada por encomenda da corretora XP Investimentos detectou aumento da desaprovação ao governo de Jair Bolsonaro (PSL) entre fevereiro e março, além de oscilação negativa na taxa de aprovação. A parcela da população que considera o governo ruim ou péssimo subiu de 17% para 24%, enquanto a que avalia a gestão como boa ou ótima passou de 40% para 37% – nesse caso, variação dentro da margem de erro da pesquisa, de três pontos porcentuais.

Montante refere-se à primeira transferência de tributos do mês de março. No mês passado as prefeituras receberam mais de R$ 1 bilhão

 

No primeiro repasse de recursos de tributos do mês de março, o Governo do estado do Rio de Janeiro depositou, na semana passada, R$ 162,2 milhões para os 92 municípios fluminenses. Os valores correspondem à distribuição de parte da arrecadação de IPI, IPVA e ICMS às administrações municipais. Neste montante, os repasses relacionados ao Fundeb não estão incluídos. No mês de fevereiro, os municípios receberam um total de R$ 1,13 bilhão. Os depósitos semanais são realizados por meio da Secretaria de Fazenda, conforme prevê a Lei Complementar nº 63, de 11 de janeiro de 1990.

Gasto com tapa buracos está estimado em R$ 2,2 milhões

Está marcada para as 15 horas desta terça-feira (19) a abertura dos envelopes com as propostas das empresas que se dispuseram a disputar um contrato que pode chegar a até R$ 2.252.061,20 por um ano de prestação do serviço de tapa buracos. Os interessados em acompanhar o trâmite do Pregão 004/2019 podem comparecer à Comissão Permanente de Licitação, que funciona na sede da Prefeitura. Trata-se de um processo público e quanto mais transparência melhor para legitimar o ato da administração municipal.