Falta de transparência vira caso de polícia em Mesquita
Macaé esconde contrato emergencial de R$ 34,9 milhões
Resende municipaliza UPA, mas não fiscaliza frequência ao trabalho
Berço da história de Belford Roxo vai ser revitalizado
Arrecadação de Macaé dispara e a falta de material também

...agora são só dois: o eleito e o chefe de gabinete

O pastor Ricardo de Oliveira Almeida não é mais um dos manda-chuva de Guapimirim, que agora, além de Marco Aurélio Dias, o prefeito eleito, tem só mais um “dono” do poder, o chefe de Gabinete Getúlio Jorge Braga Gonçalves, braço direito do ex-prefeito Renato da Costa Mello Junior, o Junior do Posto. Getúlio seria o responsável pelo “calote” que fornecedores e prestadores de serviços estariam levando do governo, pois, de acordo com fontes ligadas ao gabinete do prefeito, determinou que os pagamentos só poderão ser liberados quando ele mandar.

Prefeito de Valença contratou auditoria coisa nenhuma

Mais de dois meses após ter anunciado que contrataria uma auditoria externa para averiguar a folha de pagamento da Prefeitura de Valença, onde foi detectada uma fraude que gerou prejuízo de mais de R$ 1 milhão ao município, o prefeito Álvaro Cabral não deu nenhum passo nesse sentido. Conforme o elizeupires.com noticiou no dia 10 de março, o crime ocorreu durante a gestão do ex-prefeito Vicente Guedes e foi registrado na 91ª Delegacia Policial pelo secretário de Administração, Carlos Alberto Almeida Santos.

Os moradores de Guapimirim interessados em uma carreira pública não mais precisarão sair da cidade para estudar especificamente para fazerem concursos públicos ou ingressarem na universidade. É que já está funcionando por lá o Missão Concursos, um curso preparatório que busca disseminar a cultura do concurso público em cidades mais distantes das capitais, nas quais o acesso à informação e aos cursos preparatórios - presenciais - são mais escassos.

Pagamento de maio vem com correção para apenas seis níveis de salário

Embora tenha sido negociada para beneficiar todos os servidores efetivos do município já a partir desse mês, a reposição salarial vai contemplar agora apenas os funcionários que se enquadram nos níveis de vencimento I,II,III,IV,V e VIII. A decisão foi comunicada na tarde de ontem ao sindicato da categoria, com a garantia de que na próxima segunda-feira, às 14h, será reiniciada a agenda de negociações, visando definir a reposição para os servidores enquadrados nos níveis VI,VII.IX, os com cargos de nível superior e os do magistério. A data base da categoria continua sendo o dia 1º de maio e será respeitada a tabela aprovada em assembleia e divulgada no dia 6 de março. “A reposição, reafirmo, é para todos os funcionários efetivos, não importando o tempo de serviço e isso será concluído agora em junho”, disse o prefeito Nestor Vidal.

Prefeito de Silva Jardim já começou mal

Já está tramitando na Vara Única da Comarca de Silva Jardim a primeira ação popular impetrada contra a administração do prefeito Wanderson Gimenes Alexandre, o Anderson Alexandre (PP), que ainda nem esquentou a cadeira direito. O processo é movido pelo vereador Robson Martins Azeredo, que vem fazendo várias denúncias de irregularidades na gestão de Anderson, envolvendo a Secretaria de Turismo.