Magé tem representante no prêmio Professores do Brasil
Saúde de Nova Iguaçu não divulga contrato de terceirizada
Barra Mansa não pode mais obrigar alunos a rezar o Pai Nosso
Contas públicas de Magé não batem
Itaú obriga aposentados abrirem conta corrente

Dias após ter sido condenada por improbidade administrativa e ter os bens bloqueados para garantir a devolução de R$ 7 milhões aos cofres da municipalidade, a ex-prefeita de São Gonçalo, Maria Aparecida Panisset, foi multada pelo Tribunal de Contas do Estado em R$ 12.033,00, por não ter se pronunciado a respeito de irregularidades verificadas no convênio firmado entre a Prefeitura e a entidade Obra Social e Educacional João Mendes, no valor de R$ 265.482,00, em 2010.

Candidato acabará gastando mais do que pagou pela inscrição

O governo que tanto se empenhou para anular um concurso público que teve a participação de mais de cem mil inscritos e gerou uma receita de cerca de R$ 7 milhões com a cobrança de taxas de inscrição é o mesmo que agora estaria dificultando a devolução dos valores pagos pelos candidatos, no momento em que exige que os interessados protocolizem o pedido na Prefeitura e ainda apresente o comprovante de pagamento da taxa, quando a própria listagem geral com o resultado das provas, por si só, comprova que a taxa fora paga.

Ruy Borba invadiu redação de jornal e ameaçou jornalista de morte

O juiz Marcelo Villas, titular da 2ª Vara da Comarca de Búzios, decretou a prisão preventiva do ex-secretário de Planejamento do município de Armação dos Búzios, Ruy Ferreira Borba Filho. Ele responde por lesão corporal leve, ameaça contra a vida e injúria racial. De acordo com a denúncia, em fevereiro de 2010, Ruy e Kauê Alessy Torres invadiram a sede do jornal “O Peru Molhado” e agrediram o editor-chefe Marcelo Sebastian Lartigue e o policial civil Roberto Medina Neves, além de destruírem materiais do local e objetos pertencentes a Marcelo. Ruy Borba ainda teria ameaçado de morte e ofendido as vítimas. Por esses fatos, em outubro de 2012 Ruy Borba foi condenado a seis anos em regime semiaberto, e Kauê Torres, a um ano e três meses de detenção, em regime aberto, tendo sido concedido aos réus o direito de apelar em liberdade.

Justiça condena jornal e suplente de deputado no mesmo processo

“Eleitor de Magé já se decidiu, agora é Ricardo da Karol que lidera com vantagem”. Essa manchete veiculada pelo jornal Coluna Rio, dias antes das eleições municipais do ano passado em Magé, vai doer nos bolsos do responsável pela publicação, Antonio Carlos Leite e do suplente de deputado estadual em exercício de mandato, Ricardo Correa de Barros, o Ricardo da Karol. Em decisão publicada na edição dessa quinta-feira do Diário Oficial da Justiça Eleitoral, a juíza Patrícia Salustiano, responsável pela 110ª ZE, condenou os dois ao pagamento de uma multa estipulada em 50 mil Ufir´s, o equivalente a R$ 120 mil.

MP quer que ex-prefeito devolva R$ 235 mil aos cofres da Prefeitura

Um repasse feito, em 2005, pela Prefeitura de Araruama à escola de samba União de Jacarepaguá pode render mais uma condenação por improbidade administrativa ao ex-prefeito Francisco Carlos Fernandes Ribeiro, o Chiquinho da Educação, borrando ainda mais a sua longa ficha suja. Um dos campeões em contas de gestão reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), Chiquinho é alvo do Ministério Público em ação civil pública ajuizada na última quarta-feira pela Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva, com pedido com pedido de ressarcimento aos cofres públicos da quantia de R$ 235 mil.