Especialistas vêem base curricular no país como desafio
Depois de 22 anos...
Em Magé quem faz o ''milagre'' é ''santo'' de fora
Itaboraí é o novo eldorado para o grupo da Lytoranea
Prefeitos vão se unir para reabrir hospital de Barra de São João
A empresa Rio Zin tem o mesmo CNPJ da Própria Ambiental, que sucedeu a Locanty no município

Empresa vem, muda de nome e continua prestando o serviço sem licitação

A Prefeitura de Itatiaia deveria ter concluído em agosto um processo licitatório na modalidade Concorrência Pública para contratar uma empresa de coleta de lixo. Não o fez, pois, cheio de erros, o edital foi reprovado pelo Tribunal de Contas do Estado, que determinou o adiamento sine die da licitação. Ótimo para a empresa Rio Zin Abiental, que poderá continuar faturando alto no município, como vem fazendo desde a gestão do prefeito Luis Carlos Ipê, ou melhor, desde o tempo em que, com o mesmo CNPJ, tinha o nome de Própria Ambiental, sucessora da Locanty na cidade. Só este ano a Rio Zin - contratada emergencialmente - recebeu mais de R$ 4,4 milhões dos cofres da municipalidade, mas os contribuintes não sabem quanto realmente está custando a prestação do serviço, uma vez que o contrato sem licitação não está disponível no Portal da Transparência e o prefeito Eduardo Guedes da Silva, Dudu, não fala nada sobre o assunto. Entretanto, indiferença dos gestores à parte, o TCE já detectou a malandragem dos editais enviados à Corte de Contas com erros que provocam o adiamento das licitações e abrem brecha para os prefeitos continuarem fabricando emergências.

Operação Papai Noel começa hoje com participação da PM e Polícia Civil

Programada pela Secretaria de Ordem Pública começa nesta sexta-feira em São João de Meriti Operação Papai Noel, que vai contar com ações conjuntas diárias de agentes da Guarda Municipal, policiais civis e militares para reduzir a criminalidade no centro da cidade e em Vilar dos Teles, locais com maiores índices de violência no município. A atuação também tem o objetivo de reprimir o comércio ilegal de ambulantes. Serão mobilizados por dia, inclusive nos fins de semana, cerca de 80 homens da guarda municipal, além dos efetivos da PM e da Polícia Civil. A secretaria, o 21º BPM e a 64º DP já vêm atuando em conjunto nos últimos meses, o que está refletindo diretamente na redução nos indicadores de violência. No mês de outubro o município conseguiu reduzir alguns índices de criminalidade. Em relação ao número de roubo de veículos, houve uma diminuição de 7% , quando comparado ao mesmo período no ano passado. Roubo de rua teve queda de 22% em relação a igual período de 2016.

E o dinheiro já está caindo na conta dos servidores

 

O prefeito Carlos Augusto Balthazar confirmou para hoje (30) o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário dos servidores. O dinheiro estará na conta de todos os funcionários até o final da tarde. Segundo a Secretaria de Fazenda, não R$8 milhões a mais circulando neste final de ano, aquecendo a economia. Rio das Ostras foi o único município fluminense a fazer isto e a maioria dos prefeitos ainda não sabe nem quando será pago o salário deste mês."Este ano tivemos uma perda de receita orçamentária de mais de R$ 15 milhões e, mesmo assim, com o trabalho sério e profissional que todos tem desempenhado, incluindo aí todo o funcionalismo municipal, conseguimos quitar o pagamento do 13º salário de forma antecipada, junto com os vencimentos de novembro. Dessa forma, os servidores poderão fazer o planejamento para compras de final de ano, quitar dívidas ou até mesmo antecipar pagamentos", afirma o prefeito.

Constatação é do TCE, que reprovou as contas de 2016

Se quisesse, o ex-prefeito de Belford Roxo, Adenildo Braulino dos Santos, Dennis Dauttmam, poderia ter pago o décimo terceiro dos profissionais da rede municipal de ensino e os salários de novembro e dezembro da categoria. Para se constatar isso basta conferir os números apurados pelo Tribunal de Contas do Estado referentes ao exercício de 2016: além de empenhar só 84,77% dos recursos recebidos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, Dennis gastou irregularmente R$2.001.810,00 do Fundeb, de cuja conta saiu, sem comprovação, o total de R$ 19.064.036,23.

Ele foi denunciado por uma viagem à Brasília que não teria acontecido

Denunciado por ter recebido pagamento de diárias para uma viagem que não teria acontecido, Enoghalliton Abreu Arruda (foto), prefeito de Pirabetinga, uma pequenina cidade da Zona da Mata do estado de Minas Gerais, está respondendo a uma ação civil pública por isso, mas, embora haja a informação de que ele já tivesse recebido mais de R$ 30 mil este ano como ajuda de custo, não é possível encontrar os valores no Portal da Transparência. A maior parte dos dados referentes a ele foi retirada do sistema, inclusive os valores de fevereiro, quando teria ocorrido a “armação”. Ontem foram encontrados no site apenas os números referentes aos meses de janeiro e março, que chega ao total de R$8.750. Eno, como o prefeito é mais conhecido, alegou ter ido à Brasil atrás de emendas parlamentares em período próximo ao carnaval, mas ele não teria ido à capital federal.