Magé tem representante no prêmio Professores do Brasil
Saúde de Nova Iguaçu não divulga contrato de terceirizada
Barra Mansa não pode mais obrigar alunos a rezar o Pai Nosso
Contas públicas de Magé não batem
Itaú obriga aposentados abrirem conta corrente

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) acabou de decidir, por unanimidade, que o vereador eleito de Magé Werner Benites Saraiva (PTdoB), vai assumir o mandato conquistado no dia 7 de outubro do ano passado. Ele havia sido impedido de ser diplomado em razão de decisão da mesma corte em favor da suplente Marcelle Cozzolino (PTdoB) . Assim que a Mesa Diretora da Câmara for informada da decisão, Werner será empossado. 

O Centro de Produção da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Cepuerj), responsável pelo concurso público da Secretaria de Educação de Queimados vai divulgar nessa quinta-feira o resultado final do processo seletivo, do qual participaram 14.585 candidatos, disputando 344 vagas em cargos de níveis médio e superior, sendo 7.449 para Professor II. O prefeito Max Lemos pretende homologar o resultado de imediato e iniciar as convocações ainda em fevereiro.

Justiça já marcou audiência nos processos de Domingues e Geraldão

Além da vereadora Eliane Sepúlveda - que está respondendo por possível prática de crime eleitoral - o Ministério Público protocolou ações de investigação judicial eleitoral contra mais dois vereadores: Geraldo Cardoso Gerpe, o Geraldão (PSB) e Eduardo Domingues Marques (PMDB), também por supostos crimes eleitorais. O diário oficial da justiça eleitoral, na edição de ontem, publicou edital em que a juíza Patrícia Salustiano intima Geraldão para audiência a ser realizada no dia 8 de maio. Já a edição de hoje do mesmo órgão oficial veicula edital marcando a audiência de Domingues para o dia 24 de abril. Os dois foram citados em denúncias de possível compra de votos e se forem condenados poderão ter seus mandatos cassados e declarados inelegíveis por um período de no mínimo oito anos.

Ainda sobre o polêmico concurso de Rio das Ostras e a Fundação Trompowsky

Quando, na tarde do último dia 23, foi protocolado na Prefeitura de Rio das Ostras o Ofício nº NR14 - assinado pelo general Sérgio Tavares Carneiro, vice-presidente da Fundação Marechal Roberto Trompowsky Leitão de Almeida,  uma “instituição sem fins lucrativos” que teve uma alta arrecadação nesse processo seletivo - solicitando a publicação de um novo resultado final do VI Concurso Público e a convocação de alguns candidatos para a realização de provas e testes psicológicos e de aptidão física, a organizadora desse certame estava agindo com quase dois meses de atraso e desmentindo a si mesma, pois no dia anterior, 22 de janeiro, divulgara em seu site um comunicado dizendo que nada mais tinha a ver com o assunto, pois o resultado final havia sido homologado no dia 5 de dezembro.

Manifestação de ontem não sensibilizou o governo

Realizado na tarde de ontem, o protesto realizado ontem por candidatos aprovados no último concurso público realizado pela Prefeitura de Guapimirim foi solenemente ignorado pelo governo. O prefeito Marco Aurélio Dias - que, no dia 6 de janeiro, anunciou que não faria nenhuma convocação sem antes uma análise do Ministério Público no processo seletivo - parece não ter ouvido o barulho dos manifestantes que foram até a Prefeitura para reinvidicarem a posse nos cargos aos quais concorreram e não se pronunciou sobre o assunto. Nenhum secretário fez qualquer menção ao caso e até ontem a Procuradoria não havia feito nenhuma solicitação ao MP para analisar o processo.