Japeri insiste com ônibus irregulares no transporte escolar
Aperibé pode ter nova eleição ainda este ano
Japeri paga caro para ônibus irregular transportar alunos
Intervenção depende de aprovação do Congresso, mas já está em vigor
Prefeitura de Belford Roxo inicia construção de creche em Heliópolis e licita mais seis unidades, as primeiras em 18 anos

Documentos revelam que Secretaria de Educação de Nova Iguaçu poderia ter pago por uniformes menos da metade do que gastou

As camisetas dos uniformes escolares compradas pela Secretaria de Educação de Nova Iguaçu ao preço unitário de R$ 16,87 da empresa WQ Comercio de Material de Escritório e Serviços Ltda., que venceu uma licitação de mais de R$ 9 milhões, poderiam ter sido adquiridas por menos da metade do preço se a Prefeitura tivesse optado pela empresa Silk Fabril, que participou da concorrência e foi desclassificada. Pelo menos é o que revela uma tomada de preços a qual o elizeupires.com teve acesso. No documento o representante da Silk Fabril, Sergio Davico informa, no último dia 27 de junho, 18 meses após a compra feita pela secretaria, que poderia fornecer as camisetas por R$ 8,10 cada uma. O site teve acesso ainda a uma outra tomada de preços, na qual a empresa Grupo Art apresenta dois preços: R$ 6,30 (camiseta infantil) e R$ 7,60 (adulto). Oelizeupires.com teve acesso também a uma proposta da empresa Fortiori Camisetas, que apresentou preço unitário de R$ 6,50.

Às vezes penso ter uma pena mágica. O que com ela transcrevo tem a condição de trazer-me de volta ao passado, como se o já vivido ainda me fosse presente. Às vezes penso ser encantada a vidraça de minha janela preferida. O que dela vejo é bem o que quero rever: as ruas pequeninas do meu Mirai, a pracinha e a igreja que para mim tinha a torre mais alta do mundo; a escola de minhas primeiras letras, o primeiro poema e as brincadeiras no recreio. Ainda vejo rolar a bola com a qual driblava a incrível realidade crua; o céu onde empinava sonhos em forma de papagaio, minha liberdade de pombinha branca...

Prefeitura de Nova Iguaçu tem pelo menos 1.200 fantasmas

Marcada por escândalos envolvendo denúncias de desvio de recursos, contratos ilegais, prática de superfaturamento e corrupção, a gestão do prefeito Lindberg Farias (PT), o mais processado da história de Nova Iguaçu, está sendo apontada, agora como um imenso cabide de empregos para petistas com direito a voto nos diretórios estadual e federal, contemplando também pessoas indicadas por vereadores do grupo de sustentação do governo. A revelação foi feita na noite de ontem ao jornalista Elizeu Pires por uma fonte ligada à Secretaria de Governo, onde, revela, existiriam mais de 800 nomeados, sendo que nenhum deles comparece para trabalhar, não precisando fazê-lo nem para assinar o ponto, pois esse estaria sendo dado pela chefe de gabinete do prefeito, Maria José Andrade.

Na minha infância feliz, lá no meu universo chamado Mirai, vivi grandes aprendizados. Aprendi com a austeridade do professor Álvaro, com o brilho espiritual de dona Marieta, com as lambadas do cinto do meu pai e, principalmente, com a dedicação das professoras Maria Ester Miranda, Maria do Carmo, Maria Celeste e Maria das Graças Loures Esperança, mas verdadeiras lições de vida me foram dadas por um jardineiro, o funcionário público que cuidava dos jardins da pracinha existente em frente ao prédio da Prefeitura, fazendo da sua a função mais nobre.

Fui uma criança feliz, um menino levado como a maioria dos moleques que davam vida ao lugar onde nasci. Tinha uma jabuticabeira só minha e, de sobra, podia correr livre pelas ruas quase sem movimento lá de Mirai. Andava descalço e nem me importava com as pedras que ainda hoje pavimentam aquelas ruazinhas que a mim pareciam grandes avenidas, vias próprias para o escoamento dos meus sonhos.