Mangaratiba quer uma eleição suplementar limpa e segura
Prefeitura de Maricá compra R$ 612 mil em filé de peixe em mercado de Japeri que nunca foi aberto ao público
IBGE reforça relação entre saúde e saneamento básico
Firma novata estréia faturando alto em Nova Iguaçu
Novo presidente terá de garantir mais vagas no ensino superior

Respondendo por improbidade, Almir quer voltar ao poder em Itatiaia

O ex-prefeito de Itatiaia, Almir Dumay - que vem brigando na Justiça para tentar voltar a governar a cidade - é o gestor público mais processado da história do município, respondendo por improbidade administrativa em várias ações propostas pelo Ministério Público. Almir chegou a ser beneficiado (entre julho e agosto de 2011) por uma decisão do juiz Flávio Pimentel de Lemos Filho, que julgou extintos 17 dos 23 processos movidos contra o ex-prefeito, mas muitos deles voltaram a tramitar. Este mês, por exemplo, o Tribunal de Justiça aceitou um Agravo de Instrumento impetrado pelo Ministério Público e derrubou mais uma decisão dada por Flávio em favor de Almir.

“Batata quente” está nas mãos de conselheiros

Há doze dias com a tarefa de validar ou não o concurso público realizado no ano passado para a contratação de pessoal, visando o preenchimento de vagas nos postos do Programa Saúde da Família e formar um cadastro de reserva, os membros do Conselho Municipal de Saúde ainda não tomaram nenhuma decisão e poderão devolver a “batata quente” para o prefeito Aluizio dos Santos Junior, o Dr. Aluizio, que, numa “lavada de mãos” transferiu aos conselheiros uma atribuição que é sua. De acordo com uma fonte ligada à Secretaria Municipal de Saúde, as vagas nas unidades do PSF “vão ficar mesmo é com os contratados temporários indicados por vereadores”.

Aparecida Panisset negociou espaço por R$ 150 mil

Entregue, em 2011, a um grupo empresarial para a construção de um shopping e um terminal rodoviário, a Praça Carlos Gianelli, em Alcântara, será devolvida à população. Sentença nesse sentido foi proferida pelo juízo da 4ª Vara Civil de São Gonçalo, em ação civil pública proposta pela promotora Karine Susam Gomes de Cuesta. A praça foi negociada pela Prefeitura com a empresa a Garda Empreendimentos e Participações, vencedora de uma estranha licitação. Na época a prefeita Aparecida Panisset divulgou seu ato como um “grande negócio para o município”, o que revoltou os moradores do bairro, que em nenhum momento foram ouvidos pela administração municipal. A decisão judicial foi a segunda vitória dos moradores do bairro, que em fevereiro havia obtido a suspensão das obras. Agora, com a sentença, o que já está erguido do shopping e do terminal terá de ser derrubado.

Mais de sete mil aprovados para as 362 vagas de Professor I

O Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro (Ceperj) divulgou a lista dos aprovados do concurso para o magistério promovido pela Secretaria de Educação. Dos 21.008 inscritos 70.070 foram aprovados. O edital oferece 362 vagas imediatas e a formação de um cadastro de reservas para vagas futuras. O resultado final da classificação – por município – e o resultado da avaliação de títulos estão disponíveis aqui, no link documentos relacionados, no final da matéria.

Dos 50 zeladores chamados em maio 10 desistiram

Embora tenha prometido convocar os professores aprovados no concurso público realizado em março deste ano, a tempo de eles começarem a trabalhar já no segundo semestre deste ano, o prefeito de Seropédica, Alcir Martinazzo não deu mais nenhuma palavra sobre o assunto. Na Secretaria de Educação, quando alguém pergunta pelas chamadas, o que se fala que a Prefeitura tem prazo até maio de 2015 para convocar os aprovados, uma vez que esse processo seletivo tem validade de dois anos, prazo que começa a ser contado a partir do dia em que o resultado final fora homogado, o que aconteceu no dia 21 de maio.