Guapimirim virou “eldorado” para empresas recém-criadas
Empresa alvo da Lava-Jato faturou milhões em Itaguaí
Prefeito de Magé quer o MP investigando denúncias de Núbia
Guapimirim tem 115 dias de contas no escuro
Câmara de Nova Iguaçu recebeu repasse duplo em janeiro

Meta agora seria um mandato federal

As feridas causadas pela derrota acachapante em 2016 - quando as urnas lhes disseram um rotundo não - ainda sangram, mas os membros da família Cozzolino que já estiveram no poder não desistiram de perseguir uma vitória mesmo que indireta e o “troféu” almejado agora seria um mandato de deputado federal. O clã estaria sonhando em mandar para Brasília o deputado estadual Renato Cozzolino Harb (foto), com o ex-vereador de Duque de Caxias, Ricardo Correia de Barros, o Ricardo da Karol, possivelmente tentando, mais uma vez, uma cadeira na Assembleia Legislativa, para depois decidirem o que fazer em relação a 2020, quando, ai sim, estará em jogo o que mais interessaria ao grupo, a Prefeitura de Magé.

Segundo o prefeito Wagner dos Santos Carneiro, eventos semelhantes seráo realizados para ampliar o leque de atendimento

Programa que garante exames oftalmológicos, doação de óculos e realiza cirurgias de catarata é desenvolvido em parceria entre os governos estadual e municipal

Retomado este ano pela Fundação Leão XIII - órgão do governo estadual -, o Programa Novo Olhar retornou à Baixada Fluminense através de uma parceria com a Prefeitura de Belford Roxo, onde durante este sábado, atendeu 500 moradores do bairro Shangri-lá, em mutirão organizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania. Os que fizeram exame vão receber seus óculos nos próximos dias e a Secretaria Municipal de Saúde aproveitou o momento para aplicar mil doses de vacina contra a e febre amarela. Segundo o prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, eventos semelhantes deverão ser levados a outras comunidades, para ampliar o leque de atendimento.

Medida do Ministério da Educação engloba estados e municípios

Depois da homologação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) os governos estaduais e municipais terão dois anos para elaborarem os seus próprios currículos, definindo como os objetivos de aprendizagem estabelecidos devem chegar aos estudantes nas salas de aula. O prazo foi fixado pelo Ministério da Educação (MEC),  que vai garantir suporte técnico, como a formação de professores, para que os currículos estejam sintonizados com a nova base que será homologada. "O MEC assegurará todo o apoio técnico do ponto de vista do suporte para que estados e municípios possam avançar na definição dos currículos que obedecerão as normas gerais e as diretrizes gerais consagradas na BNCC", disse o ministro da Educação, José Mendonça Filho (foto).

Professores vão receber vencimentos de dezembro e março

Os profissionais da rede municipal de ensino de Belford Roxo deverão receber na segunda-feira (dia 0), o pagamento do mês de março, além do vencimento integral de dezembro do ano passado. A intenção seria quitar também as férias dos professores em atividade. Segundo o prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho (foto), o governo está mobilizado para quitar todo débito com pessoal deixado pela gestão do prefeito Adenildo Braulino dos Santos, o Dennis Dauttmam, inclusive com trabalhadores contratados, para que a situação possa ser normalizada logo. Neste sábado, informou a administração municipal, começou a cair nas contas dos aposentados o salário de março, junto com primeira parcela dos débitos em atraso.

Eventos realizados em regiões litorâneas no Norte e Nordeste sãos as atrações

Em fevereiro deste ano, ao custo de R$ 7.800 por cabeça, membros da Câmara de Vereadores de Nova Iguaçu viajaram a pretexto de participarem de um congresso realizado em destino turístico do Nordeste. Como eles também foram os membros da Câmara de Itatiaia e outras dezenas de parlamentares de cidades fluminenses. O real motivo da viagem vai ser alvo de investigação pelo Tribunal de Contas do Estado que – depois da prisão de cinco conselheiros – quer mostrar que as coisas mudaram e que não será dado mais nenhum jeitinho para aprovar as contas públicas, o que acabaria resultando em salvo conduto para maus gestores do dinheiro público. Representações também estão a caminho do Ministério Público e o que a sociedade espera é que os que costumam fazer turismo à custa do povo, sejam obrigados, no mínimo, a devolverem com a devida correção, os valores gastos nessas viagens.