Casa própria para mais 900 famílias em Belford Roxo
Meriti busca recursos emergenciais em Brasília
Genro de secretária vende de quase tudo em Casimiro de Abreu
Encontro de Folia de Reis começa domingo em Belford Roxo
MP aponta 'lavagem' de R$ 34,4 milhões em Belford Roxo
Em novembro o presidente Michel Temer ouviu do prefeito Washington Reis um pedido de empréstimo

Prefeito pediu dinheiro emprestado ao presidente Temer

O protesto realizado na última sexta-feira pelos servidores ativos e inativos do município de Duque de Caxias poderá se repetir durante esta semana. Sem salários e o décimo terceiro, eles não tiveram as festas de natal e fim de ano que esperavam, repetindo o que aconteceu no final de 2016, o que o prefeito Washington Reis havia prometido que não aconteceria novamente. Aos aposentados e pensionistas a Prefeitura está devendo os meses de novembro, dezembro e o décimo terceiro. Quanto aos funcionários atividade alguns deles chegaram a receber parte do salário de novembro e os demais apenas a promessa de que pagamento sairia antes do natal, o que não ocorreu e nem o governo sabe quando irá acontecer. Entretanto, o que corre nos corredores do poder é que o prefeito estaria esperando por um recurso extra - um empréstimo solicitado ao governo federal -  para poder quitar pelo menos o abono de natal.

Expressão criada na República Velha está bem viva na cabeça dos que acompanham a movimentação política nessa cidade da Baixada Fluminense

Os números não deixam dúvidas: desde as eleições de 2010 que o município de Queimados, na Baixada Fluminense, tem sido a principal fonte de votos, proporcionalmente falando, para os políticos da família Picciani, ou "curral eleitoral" na opinião dos que analisam a situação pelo prisma da República Velha, quando a expressão foi cunhada para grafar o controle - a mão de ferro - dos coronéis da roça e dos grandes fazendeiros sobre os votos de seus empregados e agregados. Em 2014, por exemplo, o fazendeiro e hoje encarcerado Jorge Picciani obteve por lá 11.330 votos para deputado estadual (15,26% do total válido) e o filho dele, o deputado federal Leonardo Picciani, 18.039 (25,39%). Entretanto, de acordo com algumas lideranças da região, 2018 pode ser bem diferente, pois ninguém gosta de ser confundido com gado marcado e muito menos objeto da imposição da vontade daqueles que se acham donos e senhores de uma cidade.

E o medo de perder o emprego é menor

Os brasileiros mais satisfeitos com a vida vivem nas pequenas cidades. É o que revela o Índice de Satisfação com a Vida, instrumento de avaliação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), medição que é feita a cada três meses. Os dados divulgados na última sexta-feira referem-se a análise de informações coletadas entre 7 e 10 de dezembro de 2017 em 127 municípios, tendo sido ouvidas duas mil pessoas. Os números comprovam que o grau de satisfação é bem mais elevado nos municípios do interior, onde a pesquisa atingiu maior pontuação, 66,9 de uma escala de 0 a 100.

Campanha começou neste sábado na localidade de Tinguá

O secretário estadual de Saúde, Luiz Antonio Teixeira Junior, esteve neste sábado em Tinguá, na zona rural de Nova Iguaçu, onde foi confirmada - pela Fundação Oswaldo Cruz - a morte de um macaco por febre amarela. Um posto de vacinação foi instalado na praça da localidade e o secretário recomenda que todos os moradores da região sejam imunizados, principalmente os que vivem em sítios e no entorno das matas. "Já disponibilizamos as doses necessárias e 30 mil unidades de repelentes. É importante que a população tome a vacina, principalmente as pessoas que vivem em sítios e no entorno das matas, para evitar que venhamos registrar casos da doença. A campanha realizada no ano passado no estado foi muito eficaz e conseguimos evitar um número maior de mortes. Estamos atentos ao problema e vamos continuar atuando", disse.

Gastos com merenda e transporte de alunos em 2017 passaram de R$ 4 milhões

Quantas refeições são servidas por dia na rede municipal de ensino de Porto Real e quantos alunos são beneficiados com o serviço de transporte pago pela Prefeitura? Esclarecimentos nesse sentido precisam ser dados pelo prefeito o prefeito Ailton Marques (foto), cuja gestão vem sendo marcada pela mesma falta de transparência verificada no governo anterior. O transporte dos estudantes é feito pela empresa CWM Renta Car e a merenda escolar é fornecida pela HB Multiserviços que, que com o mesmo CNPJ (00.768.165/0001-08) fatura em outros municípios com o nome de Home Bread Indústria e Comércio, conforme consta das notas de empenho emitidas em favor dela pela Prefeitura de Nova Iguaçu, por exemplo.