Pneus velhos viram canteiros em Mesquita
Itaguaí tem espaço para terceira via na sucessão municipal
Prefeitura de Aperibé vai gastar R$ 848 mil com padaria...
Transporte de alunos em Japeri vai custar R$ 3,3 milhões
Aumento no contrato da merenda daria para construir uma creche por ano em Resende

Presidente da Câmara está governando interinamente

O município de Natividade, no Noroeste Fluminense, deverá ser o segundo do estado do Rio de Janeiro a ter eleição suplementar depois do pleito de 2012. É que o prefeito Marcos Antônio da Silva Toledo, o Taninho (PSD), e o vice, Welington Nacif de Mendonça, o Welington da Volks (PSB), tiveram os mandatos cassados pelo juiz da 43ª Zona Eleitoral, Laurício Miranda Cavalcanti, na última sexta-feira e desde então a cidade vem sendo governada pelo presidente da Câmara, o vereador Fabiano França Vieira (PSB). O prefeito e vice estão recorrendo contra a decisão e esperam reverter a situação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Mantida a decisão um novo pleito deverá ser marcado ainda para esse semestre.

Setor gastou R$ 10 milhões em seis meses. Resta saber onde

A rede de saúde de Valença conta hoje com 82 odontólogos contratados, mas não vem realizando ne- nhum procedimento odontológico por falta de condições de traba- lho. A afirmação foi feita pelo vereador Sil- vio Graça, que apon- ta a má gestão como principal causa dos problemas verificados nos últimos 12 meses na cidade, principal- mente nas unidades de atendimento médi- co. Segundo Silvio, atualmente nem extra- ções de dentes vem sendo feitas na rede devido à falta de recursos, materiais básicos e medicamentos. Por conta do caos que se instalou no setor de saúde Silvio e o vereador Marcelo Moreira de Oliveira, o Marcelo do Didi, anunciam que vão tentar, ainda nessa segunda-feira, instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar o setor onde, de acordo com Silvio Graça, só no primeiro semestre de 2013 foram gastos cerca de R$ 10 milhões. “É preciso que se esclareça esse gasto, pois as unidades não funcionam, falta tudo na rede”, completa o vereador.

O prefeito de Quissamã, Otávio Carneiro vai ter de explicar ao Ministério Público Federal o projeto de construção de um aeroporto numa área de proteção ambiental, ocupando terras no entorno do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, que é uma unidade de conservação federal. O questionamento é parte de inquérito civil público instaurado pelo procurador da República Eduardo Santos de Oliveira, em 2010, para apurar a responsabilidade por eventuais danos ambientais decorrentes do des- matamento, sem autorização, no entorno do parque. Como o MPF entende que a construção pode afetar diretamente a área e resolveu ampliar a investigação.

A Prefeitura de Magé, em edital extraordinário, está convocando os professores níveis I e II chamados no décimo edital de convocação, com data de 15 de janeiro, para se apresentarem amanhã, das 8h as 17 horas, na sede da Prefeitura (na Praça Dr. Nilo Peçanha, s/nº, Centro), para apresentação dos documentos exigidos no edital que sustentou o processo seletivo. Para conferir basta clicar sobre a palavra em vermelho.

Edital sai este mês oferecendo salário de até R$ 7.319,94

O Fundo Único de Previdência Social do Estado do Rio de Janeiro “RioPrevidên- cia), autarquia pública independente, vai divulgar nos próximos dias, o edital do con- curso público no qual estará oferecendo para 85 vagas de nível superior e nível médio, com salários que podem chegar R$ 7.319,94. Os interessados devem ficar atentos ao portal www.ceperj.rj.gov.br, que vai divulgar os atos oficiais referentes a esse processo seletivo. Do total de vagas 35 para especialista em previdência social (ní- vel superior)  e 50 para assistente previden- ciário (nível médio). A carreira de especia- lista em previdência social terá três perfis: o primeiro para quem tiver graduação em qualquer área; o segundo é destinado aos formados em Ciências Contábeis; e o terceiro para os graduados em Ciências de Computação. Para esse cargo, o concurso consistirá de provas objetiva e discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório, e avaliação de títulos, classificatória. A qualificação mínima a exigida para os candidatos ao cargo de assistente previdenciário é Ensino Médio completo e eles passarão somente por prova objetiva, também eliminatória e classificatória.